Cinema

Para se ter uma ideia da força de Andrei Tarkovski, Ingmar Bergman o definiu assim “Para mim, ele é o melhor diretor. Aquele que inventou uma nova linguagem, verdadeira à natureza do filme por captar a vida como uma reflexão, a vida como um sonho”.

Um de seus filmes mais importantes é “Andrei Rublev”, que se passa na Rússia do século 15. Inspirado na vida do pintor Andrei Rublev (1360-1430), o longa também é um retrato realista da Rússia na Idade Média. Nele vemos uma das cenas mais incríveis do cinema russo (e até do cinema do século 20). Algo que nunca tinha sido feito antes, com takes longuíssimos. No trecho abaixo, Andrei vê um sino sendo moldado. O fazedor de sinos morreu e seu jovem aprendiz coordena todo o processo. Um verdadeiro clássico!

Para quem ainda não conferiu, vale lembrar: a coleção Rússia chegou às araras da GAROA e está maravilhosa…



Comentar este post